Rankings

RANKINGS NACIONAIS

 

1 – Índice Geral de Cursos (IGC)

Segundo o portal do INEP, o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC) é um indicador de qualidade que avalia as Instituições de Educação Superior (IES). Seu cálculo é realizado anualmente e leva em conta os seguintes aspectos:

  • Média dos CPCs do último triênio, relativos aos cursos avaliados da instituição, ponderada pelo número de matrículas em cada um dos cursos computados;
  • Média dos conceitos de avaliação dos programas de pós-graduação stricto sensu atribuídos pela CAPES na última avaliação trienal disponível, convertida para escala compatível e ponderada pelo número de matrículas em cada um dos programas de pós-graduação correspondentes;
  • Distribuição dos estudantes entre os diferentes níveis de ensino, graduação ou pós-graduação stricto sensu, excluindo as informações do item II para as instituições que não oferecerem pós-graduação stricto sensu.

Como o IGC considera o CPC dos cursos avaliados no ano do cálculo e nos dois anos anteriores, sua divulgação refere-se sempre a um triênio, compreendendo todas as áreas avaliadas previstas no Ciclo Avaliativo do Enade. A metodologia de mensuração do índice é instituída em uma faixa de cinco pontos (1-5).

Tabela 1 – Evolução do IGC da UFMS

Ano IGC
2007 4 (316)
2008 4 (314)
2009 4 (307)
2010 4 (3,14)
2011 4 (3,15)
2012 4 (3,05)
2013 4 (3,03)
2014 4 (2,99)
2015 4 (3,05)
2016 4 (3,08)
2017 4 (3,19)
2018 4 (3,25)

Fonte: INEP/MEC

2 – Ranking Universitário Folha (RUF)

O RUF é uma avaliação anual da educação superior do Brasil implementada pela Folha de São Paulo desde 2012. Esse ranking classifica as Instituições de Ensino Superior (IES) com base em dados nacionais e internacionais, e duas pesquisas de opinião do Datafolha sob cinco aspectos:

  • Pesquisa (42%),
  • Ensino (32%),
  • Mercado (18%),
  • Inovação (4%) e
  • Internacionalização (4%)

Para mais informações sobre a Metodologia empregada e os Bancos de Dados utilizados consultar o link: Como é feito o RUF? (Edição 2019)

Tabela 2 – Evolução da UFMS no RUF

RANKINGS INTERNACIONAIS

 

3 – QS University Rankings® 


3.1 – QS University Rankings – América Latina®

O QS University Rankings América Latina® é um ranking internacional publicado anualmente desde 2011 que destaca as 400 melhores Universidades da Região Latino-Americana.

Na metodologia oito parâmetros são avaliados, são eles:

  • Reputação Acadêmica (30%)
  • Reputação com Empregadores (20%)
  • Relação entre Número de Funcionários e Alunos (10%),
  • Professores com Doutorado (10%),
  • Volume de Artigos (5%),
  • Citações por Artigo (10%),
  • Presença na Internet (5%) e
  • Rede Internacional de Pesquisa (10%)

Tabela 3 – Evolução da UFMS no QS América Latina®

Ano Posição
2013 133
2015 149
2016 151 – 200
2017 161 – 170
2018 161 – 170
2019 151 – 160
2020 144
2021 151-160
*total de 410 universidades avaliadas.

 

3.2 – QS World University Ranking – BRICS®

Esse ranking classifica apenas as Universidades localizadas nos países pertencentes ao BRICS, que é um grupo de países de economias emergentes composto por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Como a metodologia utilizada é a mesma empregada pelo QS University Rankings América Latina® este ranking avalia as 400 melhores Universidade dentro do BRICS.

Tabela 4 –  Evolução da UFMS no QS BRICS®

Ano Posição
2015 151 – 160
2018 251 – 300
2019 301 – 350

 

4 – Center for World University Rankings (CWUR)

A CWUR é um ranking criado em 2012 na Arábia Saudita e agora lista as 2.000 melhores universidades do mundo de 20.000. Esse ranking possui sete indicadores objetivos e robustos para classificar as 2000 melhores universidades do mundo, são eles:

  • Qualidade da Educação (25%),
  • Emprego de Alunos (25%),
  • Qualidade da Faculdade (10%),
  • Resultado da Pesquisa (10%),
  • Publicações de Alta Qualidade (10%),
  • Influência (10%) e
  • Citações (10%)

Tabela 5 – Evolução da UFMS no CWUR

Ano Posição
2019 1755
2020 1179*


4.1 – Center for World University Rankings – Brasil

Tabela 6 – Evolução do da UFMS no CWUR

Ano Posição
2019 45
2020 29*
*total de 57 universidades avaliadas.

 

5 – Times Higher Education – World University Rankings (THE)

Este ranking foi criado pela revista inglesa Times Higher Education, fundada em 1971, publicada pela TES Global e afiliada ao jornal The Times. Na metodologia deste ranking são utilizados 5 grandes indicadores:

  • Ensino (30%)
  • Pesquisa (30%)
  • Citações (30%)
  • Internacionalização (7,5%)
  • Renda Indústria (2,5%)

Tabela 7 – Evolução da UFMS no THE

Ano Posição
2019 1001+
2020 1001+
2021 1001+

 

5.1 Times Higher Education: Impacto

O Objetivo deste ranking é avaliar as universidades em relação aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas, são eles:

Tabela 8 – THE: Impacto

Ano Posição
2020 401-600
*total de 768 universidades avaliadas.

5.2 Times Higher Education: Golden Age

O  ranking do  Times Higher Education “Golden Age” avalia as Universidade que foram criadas entre 1945 e 1967.

Tabela 9 – THE: Golden Age

Ano Posição
2020 301+
*total de 308 universidades avaliadas.

5.3 Times Higher Education: Economias Emergentes

  • Ensino (30%)
  • Pesquisa (30%)
  • Citações (20%)
  • Internacionalização (10%)
  • Renda Indústria (10%)

Tabela 10 – THE: Economias Emergentes

Ano Posição
2020 501+
*total de 533 universidades avaliadas.

5.4 Times Higher Education:  América Latina

  • Ensino (36%)
  • Pesquisa (34%)
  • Citações (20%)
  • Internacionalização (7,5%)
  • Renda Indústria (2,5%)

Tabela 11 – THE: América Latina

Ano Posição
2020 126+
*total de 166 universidades avaliadas.

5.5 Times Higher Education:  Brasil

Tabela 12 – THE: Brasil

Ano Posição
2021 27
*total de 52 universidades avaliadas.

 

6 – UI GreenMetric World University Ranking

Este ranking foi iniciado em 2010 pela Universitas Indonesia e mede a sustentabilidade das universidades através de um questionário online. Na metodologia deste ranking são utilizados 6 grupos de indicadores:

  • Infraestrutura (SI) (15%)
  • Energia e Alterações Climáticas ( EC) (21%)
  • Resíduos (WS) (18%)
  • Água (WR) (10%)
  • Transporte (TR) (18%)
  • Educação e Pesquisa (DE) (18%)

Tabela 13 – Evolução da UFMS no UI GreenMetric

Ano Posição
2019 238
2020 242*
*total de 912 universidades avaliadas.

 

7 – Scimago Institutions Rankings

O SCImago Institutions Rankings (SIR) é uma classificação de instituições acadêmicas e relacionadas à pesquisa classificadas por um indicador composto que combina três conjuntos diferentes de indicadores com base no desempenho da pesquisa, resultados de inovação e impacto social medido por sua visibilidade na web.
Na metodologia deste ranking são utilizados 17 indicadores, são eles:

  • Impacto Normalizado(NI) (13%)
  • Excelência em Liderança(EwL) (8%)
  • Resultado(O) (8%)
  • Liderança Científica(L) (5%)
  • Não possui periódicos(NotOJ) (3%)
  • Possui periódicos(OJ) (3%)
  • Excelência (Exc) (2%)
  • Publicação de Alta Qualidade (Q1) (2%)
  • Colaboração Internacional(IC) (2%)
  • Acesso Livre(OC) (2%)
  • Conjunto de Talentos Científicos(STP) (2%)
  • Conhecimento Inovador(IK) (10%)
  • Patentes (10%)
  • Tecnologia de Impacto(TI) (10%)
  • Altmetria(AM) (10%)
  • Conexões de Entrada(BN) (5%)
  • Tamanho Web(WS) (5%)
Ano Posição
2020 529
*total de 3897 universidades avaliadas.

7.1 Scimago Institutions Rankings:  América Latina

Tabela 14 – SIR: América Latina

Ano Posição
2020 65
*total de 317 universidades avaliadas.

 

7.2 Scimago Institutions Rankings:  BRIICS

Tabela 15 – SIR: BRIICS
Neste ranking estão as universidade dos países do grupo BRIICS ( Brasil, Rússia, Índia, Indonésia e China)

Ano Posição
2020 200
*total de 1111 universidades avaliadas.

 

7.3 Scimago Institutions Rankings:  IBEROAMERICA

Tabela 16 – SIR: IBEROAMERICA

Ano Posição
2020 110
*total de 411 universidades avaliadas.

 

7.4 Scimago Institutions Rankings:  Brasil

Tabela 17 – SIR: Brasil

Ano Posição
2020 40
*total de 133 universidades avaliadas.

8 – Ranking Web of Universities

Localizado em Madri, o Ranking Web of Universities ou Webometrics, é uma iniciativa do Cybermetrics Lab, grupo de investigação pertencente ao Consejo Superior de Investigaciones Científicas (CSIC), maior organismo público de investigação de Espanha. Sua metodologia consiste em:
metodologia

Tabela 18 – RWU

Ano Posição
2012 1485
2013 873
2014 1159
2015 1587
2016 1650
2017 1927
2018 2017
2019 2632
2020 2656
*total de 11993 universidades avaliadas.

 

8.1 Ranking Web of Universities:  BRICS

Tabela 19 – RWU: BRICS

Ano Posição
2012 180
2013 133
2014 210
2015 253
2016 192
2017 330
2018 326
2019 488
2020 493
*total de 9544 universidades avaliadas.

 

8.2 Ranking Web of Universities:  América Latina

Tabela 20 – RWU: América Latina

Ano Posição
2012 100
2013 31
2014 63
2015 84
2016 92
2017 98
2018 104
2019 173
2020 174
*total de 4065 universidades avaliadas.

 

8.3 Ranking Web of Universities:  Brasil

Tabela 21 – RWU: Brasil

Ano Posição
2012 43
2013 17
2014 30
2015 40
2016 45
2017 43
2018 47
2019 44
2020 70
*total de 1349 universidades avaliadas.

 

9 – Academic Ranking of World Universities (ARWU)

Também conhecido como Shanghai Ranking, o ARWU é feito desde 2009 pela ShanghaiRanking Consultancy. Na metodologia deste ranking são utilizados 4 indicadores:

  • Qualidade da Educação (10%)
  • Qualidade da Faculdade (40%)
  • Resultado da Pesquisa (40%)
  • Desempenho per Capta(10%)

Tabela 22 – A UFMS no ARWU

Ano Posição
2018 901-1000
2019 901-1000
2020 901-1000
*total de 1000 universidades avaliadas.

 

9.1 Academic Ranking of World Universities:  Brasil

Tabela 23 – ARWU: Brasil

Ano Posição
2019 19-23
2020 18-22
*total de 22 universidades avaliadas.

 

FONTES: